domingo, 3 de novembro de 2013

Utawarerumono


Utawarerumono (aquele sobre quem as lendas cantam) é uma história centrada ao redor de um protagonista mascarado chamado Hakuoro, o qual um dia é encontrado por uma família de duas garotas e sua avó em uma floresta próxima do vilarejo aonde elas moram. Ele está gravemente ferido e sofre de amnésia, então ele é levado para a casa delas, recebendo tratamento para seus machucados. Hakuoro gradualmente é aceito pelo vilarejo e passa a viver com eles, mas logo Hakuoro descobre que os habitantes desse vilarejo estão sendo oprimidos por um imperador cheio de cobiça que liderava o país no qual o vilarejo deles ficava. Logo após, as ações negativas tomadas sobre o vilarejo deles resultam em uma rebelião liderada por Hakuoro contra o imperador, que por fim acaba tornando o imperador de um novo país denominado Tusukuru, que é o nome da respeitada médica que salvou a sua vida.
Depois de se tornar o imperador e o país começar a voltar a entrar nos eixos, Hakuoro logo descobre que a paz é difícil de manter e ele se encontra constantemente em batalha para poder proteger a paz de seu país e de seu povo. Eventualmente, ele é levado entrar em muitas batalhas sangrentas para proteger a liberdade de todos que residem em Tusukuru. Ao decorrer das batalhas, Hakuoro conhece vários guerreiros fortes de outros países e tribos que são aceitos na crescente família de Hakuoro. Muitos momentos de dificuldade e de alegria acontecem enquanto o tempo passa, mas com Hakuoro liderando o caminho, todos os outros o seguem confiantes na habilidade dele de guiar as pessoas.
O gênero da história é, no começo, uma história no estilo fantasia com uma forte influência Ainu, embora mais tarde se desenvolta um tema de ficção científica. Primeiramente a história parece se suceder em um mundo de fantasia, cheio de seres mágicos e novas espécies de humanos, mas mais tarde é revelado que a história se dá em um distante futuro pós-apocalíptico da Terra.
                               UTAWERERUMONO
Postar um comentário